Galeria de fotos
23/03/2018
Sesap reforça ações de combate à tuberculose
O Dia Mundial de Combate à Tuberculose é comemorado em 24 de março e a Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap), por meio da Coordenação Estadual do Programa de Controle da Tuberculose (PECT/RN), aproveita a data para reforçar a importância do diagnóstico precoce dos casos e tratamento oportuno da doença, de modo a fortalecer o combate à tuberculose. Durante todo o ano, o PECT/RN realiza diversas ações voltadas à vigilância epidemiológica da doença, como: reuniões para acompanhamento técnico, supervisões e capacitações com as coordenações regionais e municipais de todo o estado, controle e dispensação dos medicamentos e monitoramento dos indicadores de saúde. O objetivo é buscar a melhoria dos índices de detecção precoce de novos casos e sua cura, além da diminuição nos índices de abandono de tratamento.Em alusão ao Dia Mundial de Combate à Tuberculose, a Sesap convoca todas as coordenações regionais e municipais a mobilizarem suas equipes de saúde, em especial aquelas da Atenção Básica e Estratégia Saúde da Família para a realização de ações de informação e diagnóstico em suas comunidades.A data comemorativa é uma homenagem da Organização Mundial da Saúde (OMS) aos 100 anos do anúncio do descobrimento do bacilo causador da tuberculose, ocorrida em 24 de março de 1882, pelo médico Robert Koch.A tuberculose (TB) é uma doença infecciosa e transmissível via aérea, ou seja, a partir da inalação de aerossóis. A doença afeta prioritariamente os pulmões, embora possa acometer outros órgãos e sistemas. Na TB pulmonar, o principal sintoma é a tosse (seca ou produtiva). Por isso, recomenda-se que toda pessoa com tosse por três semanas ou mais seja investigada para a tuberculose. Além da tosse, há outros sinais e sintomas que podem estar presentes, como febre vespertina, sudorese noturna, emagrecimento e cansaço/fadiga. Para o diagnóstico da tuberculose é utilizado o teste rápido, além da investigação complementar por exames de imagem. No RN, o Hospital Giselda Trigueiro é a referência para o tratamento da doença. Segundo dados do boletim epidemiológico do Ministério da Saúde, o Brasil diagnosticou 66.796 casos novos de tuberculose em 2016. No mesmo período, o RN registrou 1348 casos.